Home / Maquininha Pagseguro / Qual a melhor máquina de cartão? Mercado Pago Point Mini ou Minizinha ?

Qual a melhor máquina de cartão? Mercado Pago Point Mini ou Minizinha ?

Gigantes do mercado vamos te ajudar a escolher a máquina que se encaixa de forma melhor em seu negócio aproveite que ambas estão com um super preço de R$ 68,80

Para muitos empreendedores, um grande número de cartões aceitos e um produto leve e simples de usar é o que importa mais na hora de escolher uma maquininha de cartão. E foi pensando neste público que o PagSeguro lançou a Minizinha.

De olho na mesma fatia de mercado, a Mercado Pago agregou o modelo Mini à sua linha Point, outro leitor para celular cujo preço baixo atrai microempreendedores e vendedores porta-a-porta.

Mas, qual deles é o melhor? É isso o que analisamos na nossa comparação a seguir:

Point Mini Minizinha
Point Mini Minizinha
R$68,80 ou 12x R$5,70 R$68,40 ou 12x R$5,70
Taxa Débito
2,29% (saldo imediato na conta virtual) 2,39% (saldo em 1 dia corrido na conta virtual)
Taxa Crédito à Vista
Saldo total em 30 dias: 3,03%
Saldo total imediato: 4,74%
Saldo total em 30 dias corridos: 3,19% (cartão chip) ou 3,59% (tarja)

Saldo total em 1 dia corrido: 4,99% (apenas chip)

Taxa Parcelamento
Saldo total em 30 dias: 3,60%+ tarifa fixa por parcela)

Saldo total imediato: 5,31% + tarifa percentual por parcela (tabela fixa)

Saldo total em 30 dias: 3,79% + 2,99% ao mês (cartão chip); 4,99% + 2,99% ao mês (tarja)
Saldo total em 1 dia: 5,59% + 2,99% ao mês (chip)
Taxa Extra
R$3 por retirada (30 dias inativo) não tem
Garantia
3 anos 5 anos
Conexão
3G/4G ou Wi-Fi via Bluetooth
Tipo de Cartão
Chip e Senha
Aparelhos Compatíveis
Android e iOS (Apple)
Logomarca Alelo

Maquininhas têm muito em comum

Como você pode perceber, essas duas maquininhas têm muito em comum. Elas têm aspecto físico parecido, sendo modelos pequenos e leves, ideais para levar por aí para vendas ou entregas que exijam pagamento.

Ambas precisam de celular ou tablet para funcionar, os quais podem ser Android ou iOS (Apple), e usam a conexão Wi-Fi ou 3G/4G via Bluetooth do aparelho para a transmissão de dados. O envio do comprovante de venda para o cliente é via SMS (mensagem de texto) ou e-mail.

A qualidade técnica é básica, por isso não espere que nenhum desses leitores seja capaz de realizar um grande número de transações diárias – elas são mais interessantes para quem tem um baixo volume de vendas.

Você pode comprar a Minizinha por R$68,40 ou em até 12 vezes de R$5,70 ou decidir pagar um pouco mais pela Point Mini. Além disso, a Minizinha tem cinco anos de garantia contra os três da Point Mini.

Taxas são similares no débito

Tanto a Point Mini quanto a Minizinha são maquininhas sem aluguel, ou seja, elas não cobram nenhuma taxa fixa além do valor cobrado sobre vendas realizadas.

E as taxas cobradas sobre vendas no débito e no crédito à vista são bem parecidas. Por exemplo, são 2,29% com a Mini e 2,39% com a Minizinha para o débito, com saldo liberado de imediato ou em 1 dia corrido, respectivamente – uma diferença de apenas 0.10 ponto percentual.

Ou seja, trata-se de uma diferença a qual você só vai notar de verdade se o valor de venda de seus produtos for bem alto.

Taxas para crédito à vista dependem do tipo de cartão

Já no crédito à vista, as taxas diferenciam-se de acordo com o prazo de recebimento do saldo e o tipo de cartão aceito.

Para receber o dinheiro em 30 dias ou de imediato na conta virtual, a taxa da Mercado Pago é de 3,03% ou 4,74%, respectivamente.

Já a maquininha do PagSeguro cobra 3,19% (cartões de chip) ou 3,59% (cartões de tarja, aceitos via app) para saldo em 30 dias corridos. Para saldo em 1 dia corrido, modalidade disponível apenas para cartões de chip, a taxa é de 4,99%.

Ou seja, a a Point Mini tem sempre taxa mais baixa – mas esta não é tão significativa em algumas situações – e não exige um cálculo de custo diferenciado para cartões de tarja ou de chip, o que torna a sua vida financeira mais simples. Mas, isso significa dizer que se seu cliente chegar com um cartão de tarja, nenhum deles será aceito por este leitor.

Ambas as empresas oferecem outros tipos de taxas para prazos menores ou maiores de recebimento de saldos.

mão segurando cartão e máquina mercado pago Point mini

Parcelamento tem cálculo diferenciado

No caso de vendas parceladas, estas podem ser feitas em até 12 vezes nos cartões aceitos pelas maquininhas. E o saldo total das vendas é sempre liberado de forma antecipada. Mas o cálculo da taxa cobrada é diferente para cada uma delas.

Ambas cobram uma taxa inicial à qual deve ser adicionada uma taxa por parcela. No caso da Mini, a taxa inicial é de 3,60% para saldo total liberado em 30 dias ou 5,31% para liberação imediata.

Já para a Minizinha, a taxa inicial é de 3,79% (cartão de chip) ou 4,99% (cartão de tarja via app) para saldo total em 30 dias, ou de 5,59% para saldo em 1 dia corrido, opção disponível apenas para cartões de chip.

Enquanto isso, a taxa por parcela segue uma tabela fixa (disponível na nossa análise completa da empresa) com a Mercado Pago e é de 2,99% ao mês com o PagSeguro.  E, com isso, parcelar com a Point Mini sai um pouco mais barato do que com a Minizinha.

Após uma venda de R$1 mil parcelada em 12 vezes com a Mini, por exemplo, ficam em seu bolso R$802,50. Já a Minizinha deixa R$792,10 para os cartões de chip e R$788,10 para os cartões de tarja.

Por outro lado, a Minizinha permite o repasse dos juros para o cliente diretamente e sem que você precise fazer cálculo por meio de uma das funções do aplicativo.

Point Mini cobra taxa extra por inatividade

Uma das coisas desagradáveis que você vai descobrir sobre a Mini é que é cobrada uma taxa extra de R$3 por cada retirada caso não faça nenhuma venda durante 30 dias. E isso pode ser uma dor de cabeça para quem vende pouco ou apenas a cada estação do ano ou evento.

Se este é o seu caso, e preferir usar essa maquininha assim mesmo, o ideal é fazer a retirada integral do saldo recebido antes de cair no período de 30 dias de inatividade.

A Minizinha não cobra nada do tipo.

mão segurando a minizinha

Ambas têm cartão pré-pago e cadastro sem conta bancária

Outra vantagem dessas duas maquininhas é a possibilidade de se cadastrar mesmo sem conta bancária. Para isso, basta adquirir o cartão pré-pago da empresa e fazer saques com ele nos caixas automáticos credenciados.

O cartão pré-pago pode também ser usado para compras online e em lojas físicas – saiba mais sobre o cartão do PagSeguro na nossa análise completa da Minizinha. E você pode solicitar qualquer um desses cartões mesmo se tiver conta bancária, como uma alternativa para pagamentos e saques.

Minizinha transfere saldo mais rápido

Tanto a Mini quanto a Minizinha não farão a transferência do saldo das suas vendas direto para a sua conta bancária ou cartão pré-pago.

Em qualquer dos casos, o resultado das vendas cairá na sua conta virtual Mercado Pago ou PagSeguro inicialmente, de onde você terá que solicitar a transferência manualmente.

Com a Mini, apesar de você ter a opção de pagar mais para ter o dinheiro mais rápido na conta virtual, isso siginifica esperar três dias úteis para ver o dinheiro no banco. Já com a Minizinha, são apenas 24 horas para você poder sacar o dinheiro no banco ou no seu cartão pré-pago.

Assim, entenda que você terá que esperar para ter acesso ao seu dinheiro com qualquer uma delas, e esperará ainda mais alguns dias com a Point Mini – saiba mais sobre essa maquininha neste artigo aqui.

Buscando por uma alternativa quem não precisa de celular?

PagSeguro aceita mais bandeiras, inclusive cartão-refeição

O quesito bandeiras aceitas é claramente vencido pela Minizinha.

A Minizinha aceita os cartões de crédito de chip Visa, Mastercard, Hiper, HiperCard e Elo; os cartões de débito Visa Electron, Maestro, Banricompras e Elo; e os cartões-refeição da Ticket, Sodexo, Alelo e VR. E via aplicativo (venda digitada), você também poderá passar American Express, Diners Club e Cabal.

Enquanto isso, a Point Mini aceita os cartões de débito Visa, Mastercard e Elo, e os de crédito Visa, Mastercard, Elo, HiperCard, Diners Club e American Express, todos via chip.

Desta forma, fica claro que a Minizinha passa um número maior de cartões, e torna-se também uma melhor opção para quem precisa receber cartão-refeição. O único ponto fraco é a venda ainda ser digitada para certos cartões, um tipo de transação menos segura tanto para o vendedor quanto para o cliente.

Minizinha do PagSeguro em frete `a tablet mostrando o app PagSeguro Vendas

App da Minizinha cria frente de caixa gratuita

Em termos de aplicativos, a Minizinha tem uma solução muito mais completa para você, principalmente se você precisa de algo que funcione como um ponto de venda e não crie um novo custo para você.

Enquanto o app da Point Mini tem apenas funções básicas para o processamento e acompanhamento de vendas, a Minizinha pode ser usada juntamente com o PagSeguro Vendas, o qual permite criar uma frente de caixa grátis.

O único entrave é que este só está disponível para tablets Android 10″, mas o fato é que seria difícil criar um ponto de venda com um celular.

O Veredicto

Agora, você verá um resumo de cada uma das vantagens e desvantagens descritas, para concretizar e facilitar a sua decisão:

Compre Point Mini se quiser:

  • Depósito imediato na conta virtual

  • Antecipar saldo de vendas via cartão de chip

Compre Minizinha se quiser:

  • Mais cartões, inclusive refeição

  • Transferir saldo mais rápido

  • 5 anos de garantia

Point Mini Minizinha
 Point Mini ao lado de celular  Minizinha ao lado de celular
R$68,80 ou 12x R$5,70 R$68,40 ou 12x R$5,70

About elievelton

Check Also

Mercado Pago oferece até 50 mil em empréstimos sem consulta ao SPC e SERASA

Sim Você não leu errado descubra neste artigo como conseguir empréstimos de até 50 mil …

Deixe uma resposta

A mais barata!!

Sem Mensalidades e 10 anos de Garantia